segunda-feira, 7 de maio de 2018

PET SHOP - UMA EMOCIONANTE HISTÓRIA DE AMOR - PARTE - 22


PET SHOP - UMA EMOCIONANTE HISTÓRIA DE AMOR

                                              
PARTE --- 22
Tenente - Temos um mandado de busca nesta casa, fomos informados que aqui existe muito dinheiro falso.

Dona Flora - Isto é impossível, aqui todos nós respeitamos a lei e o nosso próximo, aprendemos isso na palavra de Deus, que devemos amar e respeitar o nosso próximo;  nossos filhos jamais iriam fazer qualquer coisa pra nos difamar.

Tenente - Entendemos perfeitamente o cuidado dos pais em relação aos filhos, mas estamos cumprindo ordens, e precisamos fazer a busca, se não encontrarmos nada, será muito melhor pra todos nós.

*Nisto o senhor Floriano desce de seu escritório, que era na parte superior da casa*
Senhor Floriano – O que está havendo aqui?

Tenente - Temos um mandado de busca aqui em sua casa, e precisamos cumprir com o mandado.                      

Senhor Floriano – Sob que pretexto, preciso saber o que está havendo!...                  

Dona Flora - Será que nossos filhos estão envolvidos com esta acusação?

Senhor Floriano - Tenho total confiança em nossas filhas, os senhores ficam a vontade para cumprir o que lhes foi ordenado.

*Reviraram tudo quanto podia na parte superior da casa, e não encontraram nada; nisto observaram que havia mais alguém que não era da família*

Tenente - E aquele casal que está no jardim, faz parte de sua família?

Senhor Floriano - A moça é a minha filha Madalena, e o rapaz, é seu namorado, é uma pessoa de muito boa índole.

*Enquanto o Tenente conversava com o senhor Floriano, outro investigador chega trazendo um casaco que havia encontrado na sala*

Investigador – Acho que encontrei alguma coisa, veja o senhor mesmo Tenente!...

Tenente - De quem é este casaco senhor Floriano? Veja o que foi encontrado nele!...
Pelo visto as impressões não são tão verdadeiras assim.          

Senhor Floriano - Isto não pode ser verdade, jamais poderia imaginar que alguém de minha confiança fosse capaz de tal atitude.

Tenente - Por favor, mande chamar este rapaz, precisamos ter uma conversa com ele.

*Minutos depois*

Antonio - Pois não; posso lhe ser útil em alguma coisa?

Tenente - Este casaco é seu?

Antonio – Sim, posso saber por que a pergunta?

Tenente – Então me explique como conseguiu estas notas falsas!...

Antonio - Não tenho como explicar nada, pois não são minhas.                               

Tenente – Você está preso, terá que explicar pra o delegado de onde vieram tantas notas falsas.

                                   ---- EJO ---- Continua


Nenhum comentário:

BLOG DO OLIVEIRA: Refletindo o "NOVO TESTAMENTO - PARTE - 10

BLOG DO OLIVEIRA: Refletindo o "NOVO TESTAMENTO - PARTE - 10 :                           Refletindo o "NOVO TESTAMENTO"    ...

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS