quinta-feira, 1 de agosto de 2013

AMOR ETERNO E INFINITO - P/2

AMOR ETERNO E INFINITO - P/2 O amor, seja não fingido, aborrecei o mal e apegai-vos ao bem, amai-vos cordial-mente uns aos outros, com amor fraternal, preferindo-vos em honra, uns aos out-ros. A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos out-ros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei-Romanos 12 v 9,10 –13 v 8. --------------- A paixão é uma doença: que se não for curada logo, poderá causar grandes transtornos e muitos aborrecimentos. A atração física é a chamada ilusão de ótica, mais é o começo de tudo e é através desta atra-ção que surgem os relacionamentos bons ou ruins que também poderá se transformar em paixão ou até mesmo em um grande amor e verdadeiro, isto vai depender de como vai agir as pessoas envolvidas. Tem muita gente que prefere viver de ilusões, não querem enxergar a realidade, que as vezes vem contradizer as suas vontades, ou também por necessidades para não causar um mal mai-or. Porque se tudo que se passa pela sua cabeça, não estiver a seu contento; ele passa por um processo de depressão causando sérios problemas até mesmo de saúde. Pois a depressão traz distúrbios emocionais e ele se sente inferiorizado e decadente, e passa à acreditar que nada dá certo pra ele. Para que este mal não nos atinja, temos que nos manter firmes em nossas atitudes e precísos em nossas decisões. E procurar mais o auxilio que vem de Deus, ele nunca desampara aquele que o busca com sinceridade de coração. ---------------EJO -------------Continua

Nenhum comentário: