sábado, 25 de julho de 2009

"AMOR INCONDICIONAL"

"AMOR INCONDICIONAL"
Um relacionamento onde a base principal, está sob os cuidados de Deus não tem como haver arrependimentos futuros.
A essência do amor está justamente no sacrifício próprio em beneficio de outro.
Este tipo de amor não depende do que ele faz, fez, venha a fazer ou deixe de fazer.
Isto sim é amor incondicional, pois o amor verdadeiro não impõe condições, é espontâneo, voluntário, vem do coração, pois é dom de Deus.
O que dispomos a fazer pelo nosso próximo não é para ser vangloriado, a palavra de Deus nos ensina, que o que a nossa mão direita fizer a esquerda não precisa tomar conhecimento. Mateus 6 v 3.
Mesmo não sabendo expressar sentimos o amor e este sentimento nos aproxima mais de Deus.
Amar ao próximo significa ser sensível ás suas angustias e necessidades, é olhar com simpatia todas as suas ansiedades, é partilhar com ele a sua bondade e ternura é sofrer com ele as decepções de seus problemas.
Quando o amor é verdadeiro, vem de Deus, também é a base que sustenta nossa existência, pois com amor fica muito mais fácil o entendimento entre as pessoas.
Existe mais compreensão, mais paciência, e mais tolerância, tornando o nosso dia a dia mais saudável e muito mais feliz.
É o que chamamos de boa qualidade de vida, e isto contribui para o aprendizado de boa convivência com o nosso próximo.
O egoísmo é o maior inimigo do homem: precisamos entender que para se conquistar a felicidade precisamos nos envolver com outras pessoas, pois sem diálogo não temos como chegar a um consenso, e sem entendimento ficamos frustrados.
A comunhão com nossos irmãos, é de suma importância para uma convivência sadia e harmoniosa.
O amor é um sentimento que mexe com nossa sensibilidade, e nos enche de esperanças, e por este amor, estamos sujeitos a passar por situações que nem sempre estamos preparados para enfrentar.
Muitas vezes nos iludimos e nos extrapolamos, pois nem sempre este amor é correspondido, pois não está nos planos de Deus.
Quando este amor é verdadeiro e que sentimos que ele vem de Deus ele nunca desfalece, nada e nem ninguém vai impedir, e mais cedo ou mais tarde se concretizará, segundo a vontade de Deus.
Amor, atração física, e paixão: esses fatores não têm nada a ver um com o outro, cada um age de forma diferente em nossas vidas.
Tem relacionamento que dura à vida toda, mas não existe o amor verdadeiro, o que existe é tolerância e responsabilidade em vista de terem se precipitado em suas escolhas.
Assim sendo o compromisso um com o outro tem que ser respeitado para o bem de todos.
Cada um se esforçando para entender melhor o outro e assim promover a harmonia no lar.
Vemos a contradição que existe entre, amor, e a paixão.
A paixão traz insegurança. O amor traz confiança.
A paixão provoca o desespero. O amor serenidade.
A paixão traz sentimentos excessivos e desconfianças, muitas vezes até violentos.
O amor transmite a paz à alegria o controle emocional.
A paixão provoca ansiedade, fixação, desejos exorbitados, e obsessão pelo impossível.
O amor traz ternura, sensibilidade, bondade, mansidão, piedade, caridade, compaixão e gera compreensão, facilitando o bom relacionamento entre as pessoas.
Para que possamos ter uma boa qualidade de vida, precisamos a cada dia a cada momento reverenciar o amor, pois é dom de Deus, e nunca pode faltar em nossas vidas.
ENI JOSÉ DE OLIVEIRA -
"DO LIVRO A ESSÊNCIA DO AMOR"

Nenhum comentário:

BLOG DO OLIVEIRA: O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/304 -- CO...

BLOG DO OLIVEIRA: O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/304 -- CO... :               O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS             ...